Encontre seus Passeios



Mais Lidos


Booking.com
Banner BNU vertical
Roteiro de 5 dias em Bariloche

Roteiro de 5 dias em Bariloche

Um dos destinos preferidos dos brasileiros no inverno, Bariloche não se resume à neve, apesar dela ser um grande atrativo. Preparamos um roteiro básico com os passeios que não podem faltar na viagem!

 

O inverno, que começa em 21 de junho e termina em 20 de setembro, é o período de maior probabilidade de precipitação de neve, principalmente a partir da segunda quinzena de julho. Por isso, a época mais fria do ano é considerada a alta temporada de Bariloche, apelidada de Brasiloche em razão do grande número de visitantes brasileiros que recebe.

Apesar de encantadora independentemente do clima da estação, Bariloche é uma cidade que proporciona experiências diferentes ao longo do ano. Programação é essencial para que suas expectativas sobre a viagem sejam atendidas, já que algumas atividades dependem de condições climáticas específicas. 😉

 

Roteiro de 5 dias em Bariloche 

Dia 1: Circuito Chico + Centro de Bariloche

No primeiro dia, a sugestão é conhecer alguns dos principais pontos turísticos em um tour contemplativo rápido, o Circuito Chico, que dura apenas 3h30, com saída às 09h e às 15h. A dica é optar pelo passeio à tarde e explorar o Centro pela manhã. 

O ponto nevrálgico do Centro de Bariloche é o Centro Cívico, um espaço com vista para o Lago Nahuel Huapi formado pela Praça Expedicionários do Deserto e pelos prédios que a cercam. O conjunto de edificações de pedra e madeira é declarado Monumento Histórico Nacional da Argentina e abriga a Prefeitura de Bariloche, a Secretaria Municipal de Turismo, a Biblioteca Popular Sarmiento e o Museu da Patagônia. Não deixe de visitar!

Roteiro de 5 dias em Bariloche 1
Centro Cívico de Bariloche

Também inclua no roteiro a Catedral Nuestra Señora Nahuel Huapi, situada a cerca de 10 minutos de distância dali, que é o principal templo católico de Bariloche e exibe imponentes muros de pedra branca, delicados vitrais desenhados e um impressionante campanário (torre de sinos) de 69 metros de altura.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 2
Catedral Nuestra Señora Nahuel Huapi

No Centro, aproveite para caminhar pela Rua Mitre, uma das principais vias da cidade, que concentra muitos serviços, incluindo excelentes chocolatarias e restaurantes, sendo El Boliche de Alberto um dos mais populares. Para saber quais são as melhores chocolatarias de Bariloche, clique aqui. Ou, para conhecer os melhores restaurantes de Bariloche, clique aqui.

Já no Circuito Chico, o ponto alto é o Cerro Campanário, montanha em que é permitido subir de teleférico até o topo, a 1050 metros acima do nível do mar, para contemplar a deslumbrante vista formada pelos lagos Nahuel Huapi e Perito Moreno, pela Lagoa El Trébol, pelas penínsulas San Pedro e Llao Llao, pela Ilha Victoria, pelos cerros Otto, López, Goye, Catedral e Capilla e pela Cordilheira dos Andes. É de tirar o fôlego!

Roteiro de 5 dias em Bariloche 3
Vista do Cerro Campanario

O passeio ainda inclui uma visita ao Ponto Panorâmico, um mirante natural, e à Capela San Eduardo, jóia arquitetônica de onde é possível observar o luxuoso Hotel Llao Llao.

Para saber mais, clique aqui.

 

Dia 2: Cerro Catedral

O Cerro Catedral é a principal estação de esqui de Bariloche e possui a maior superfície esquiável da América do Sul, com mais de 120 quilômetros de pistas e caminhos de diferentes níveis. Localizada a 19 quilômetros de distância do Centro Cívico, com acesso direto por uma estrada asfaltada, a montanha dispõe de um centro de serviços em sua base que inclui lojas de aluguel de equipamentos e roupas para a prática de modalidades invernais, mas paga-se preços mais altos do que os praticados no Centro pela comodidade. Há também restaurantes, como o Don Aurelio, que serve comida caseira, com destaque para as pizzas.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 5
Pista de esqui do Cerro Catedral

Não se preocupe caso esquiar não seja seu forte, o Cerro Catedral é democrático e acolhe os que preferem algo menos radical, mas tão divertido quanto, como esquibunda, chamado de trineos, e caminhada com raquete de neve. Como não poderia deixar de ser, o popular snowboard também tem seu devido espaço por lá.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 6
Esquibunda do Cerro Catedral

Além de um parque de neve para iniciantes, o Play Park, no qual há uma área especialmente projetada para que as crianças pratiquem seus primeiros saltos com o esqui, a montanha oferece recreação com educadores infantis para “niños” de 4 a 11 anos no Kids Club enquanto seus responsáveis realizam outras atividades. O Kinder é uma extensão do serviço para bebês de 45 dias a 3 anos.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 4
Play Park – Cerro Catedral

Não existem desculpas para deixar de conhecer, né?

Para saber como contratar a excursão para o Cerro Catedral com traslado de ida e volta e acompanhamento de guia, clique aqui.

Para saber as condições do clima, das pistas e dos meios de elevação no momento, clique aqui.

Para ler um post sobre esquiar em Bariloche, clique aqui.

 

Dia 3: Cerro Otto + Piedras Blancas

360º em 20 ou 40 minutos: a famosa Confeitaria Giratória instalada no topo do Cerro Otto, a 1405 metros acima do nível do mar, é parada obrigatória! Enquanto saboreia iguarias da gastronomia local, desfruta a belíssima vista panorâmica do exterior da estrutura proporcionada pelo movimento. Não é incrível? E tem mais! Além de um deck panorâmico com vista para o setor sul do Lago Nahuel Huapi, há ainda uma galeria de arte com cópias idênticas das estátuas David, La Pietà e Moisés, famosas obras de Michelangelo, no pico da montanha!

Roteiro de 5 dias em Bariloche 7
Confeitaria Giratória no topo do Cerro Otto

Uma frota própria de ônibus com horários pré-estabelecidos oferece transporte gratuito do Centro de Bariloche para o Cerro Otto e do Cerro Otto para o Centro de Bariloche. O embarque de passageiros acontece na esquina da Rua Mitre com a Rua Vilegas e o desembarque, no Km 5 da Avenida Pioneros, na estação inferior da elevação, ponto em que há oferta de teféricos para subir ao topo.

Para se divertir na neve, vá ao Piedras Blancas, parque que ocupa uma das faces do Cerro Otto e é referência quando o assunto é esquibunda. Lá, funciona também o Winter Park, um espaço formado por uma escola de esqui para iniciantes e algumas poucas pistas.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 8
Esquibunda do Parque de Neve Piedras Blancas – Cerro Otto

 

Dia 4: Ilha Victoria e Bosque de Arrayanes

Depois de matar a vontade de se jogar na neve, é hora de experimentar uma navegação com direito à foto clássica alimentando gaivotas do convés do barco!

Roteiro de 5 dias em Bariloche 11
Gaivota sendo alimentada do convés do barco

A embarcação parte de Porto Pañuelo, na Península de Llao Llao, a 25 quilômetros de distância do Centro de Bariloche, e segue em direção ao Porto Anchorena, na Ilha Victoria, a maior ilha do Lago Nahuel Huapi.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 10
Ilha Victoria

Lá, os visitantes são guiados pelas trilhas de flora diversificada da ilha que contemplam mirantes naturais e conduzidos até a Playa del Toro, uma praia de areia vulcânica que preserva pinturas rupestres feitas pelos povos originários da área.

Após mais um trecho de navegação, a próxima parada é na Península Quetrihué, parte de Villa La Angostura, lar do Bosque de Arrayanes, sobre o qual correm boatos de que teria sido a fonte de inspiração para Walt Disney criar os cenários de “Bambi”.  Lendas à parte, é bem verdade que quando os raios de sol ultrapassam as folhagens, o espaço é inundado por tons de ocre e se torna uma paisagem digna do mundo da fantasia.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 9
Bosque de Arrayanes

Arrayán é uma espécie arbórea praticamente extinta em outras localidades, caracterizada por pequenas folhas verdes e tronco contorcido cor de canela com manchas esbranquiçadas.

Para saber mais, clique aqui.

 

Dia 5: Porto Blest e Cascada de los Cántaros

Aqui vai outra indicação de passeio de barco, mas dessa vez com destino ao paradisíaco Porto Blest. A embarcação parte de Porto Pañuelo, na Península de Llao Llao, e navega pelo Braço Blest do Lago Nahuel Huapi seguida por gaivotas em busca de biscoitos entre um clique e outro.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 12
Porto Blest

No percurso, é possível avistar a Ilha Centinela, onde descansam os restos mortais de Perito Moreno, naturalista e explorador que cedeu parte de suas terras para a criação do Parque Nahuel Huapi e participou do processo de demarcação do limite entre Argentina e Chile.

O trajeto segue em direção à Cascada de los Cántaros, uma cachoeira com três mirantes cercada pela Selva Valdiviana, bosque com grande variedade de espécies arbóreas nativas. A rota de acesso escalonada conduz ao Lago Cántaros, que dá origem à queda d’água de 852 metros de altura.

Após outra curta navegação, já em Porto Blest, é feita uma parada para lanche e os turistas podem optar por estender o passeio até o Porto Frías. Caso resolvam por isso, é preciso pegar um ônibus para percorrer um trecho de poucos minutos até Porto Alegre, de onde partem as embarcações que navegam pelo Lago Frías, cuja água proveniente de um dos glaciares do Cerro Tronador é especialmente esverdeada.

Para saber mais, clique aqui.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 13
Lago Frías

 

Bariloche fora do inverno

Recomenda-se que algumas atividades sejam feitas fora do inverno, como a visita ao Cerro Tronador e à San Martín de los Andes pela Rota dos Sete Lagos. O Circuito Grande, um tour muito tradicional, inclusive não é ofertado no inverno.

O Cerro Tronador é a montanha mais alta dos arredores de Bariloche, com topo a  3.554 metros acima do nível do mar. Localizado  ao sul da Cordilheira dos Andes, na fronteira entre Argentina e Chile, separa dois parques nacionais: o Nahuel Huapi, nas províncias de Rio Negro e Neuquén, na Argentina, e o Vicente Pérez Rosales, na província de Llanquihue, no Chile. O verão é a melhor estação para realizar o passeio. Para mais informações, clique aqui.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 14
Cerro Tronador

 

O trajeto até San Martín de los Andes, um autêntico vilarejo na montanha, margeia os lagos  Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico e Lacar pela Rota dos Sete Lagos, com parada em Villa La Angostura. Para mais informações, clique aqui.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 14
San Martín de los Andes pela Rota dos Sete Lagos

 

O Circuito Grande parte de Bariloche em direção à Villa La Angostura, uma sofisticada aldeia situada na margem norte do Lago Nahuel Huapi, na Província de Neuquén. O percurso passa pelo Valle Encantado, pela Rota dos Sete Lagos e Villa Traful.  Para mais informações, clique aqui.

Roteiro de 5 dias em Bariloche 15
Villa La Angostura – Circuito Grande

 

O Circuito Chico e a navegação para a Ilha Victoria e o Bosque de Arrayanes são realizados normalmente e sem prejuízos fora do inverno. A Confeitaria Giratória do Cerro Otto continua sendo parada obrigatória e o Cerro Catedral promove atividades na montanha, como trekking, mountain bike e escalada. 

Veja também: os melhores hotéis de Bariloche!

Recomendações dadas, basta adaptá-las ao perfil da viagem e aos gostos pessoais dos viajantes! 😀

Gostou? Dê sua avaliação: 1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
Loading...
Gostou dessa matéria? Veja também artigos sobre o Uruguai


×
Olá, podemos ajudar?
Exibir botões
Esconder botões
Brasileiros na Argentina